«Eça, tra “efeito do real” e descrizione impressionista»